Scott Pilgrim finalmente no Brasil

scott-pilgrim

Já faz um tempo que eu venho querendo falar no blog sobre a sensacionante HQ de Bryan Lee O’Malley, Scott Pilgrim, e a adaptação atualmente sendo realizada pelo igualmente sensacionante Edgar Wright (diretor de Todo Mundo Quase Morto/Shaun of The Dead e Chumbo Grosso/Hot Fuzz). Agora eu finalmente tenho uma desculpa pra comentar.

O Omelete anunciou que a série de graphic novels, atualmente em seu quinto volume (Scott Pilgrim vs. The Universe), finalmente vai ser publicada por aqui. A editora responsável pelo lançamento é a Companhia das Letras, sob o selo Quadrinhos na Cia. Infelizmente, o primeiro volume (Scott Pilgrim’s Precious Little Life) está previsto para ser lançado só no ano que vem, quando também deve sair lá pelos Istêites o sexto e último livro da saga.

Scott Pilgrim conta a história de –quem mais– Scott Pilgrim, jovem roqueiro canadense sem rumo na vida, e sua relação com a misteriosa Ramona Flowers (possivelmente o nome de um interesse amoroso mais bacana desde Patty Maionese).O primeiro volume se segue bem normalzinho, como se fosse um filme independente com roteiro espertinho e sarcástico (tipo Garden State ou Juno). Até que, no terceiro ato, a coisa muda de figura.

É quando O’Malley justifica o traço mangá do gibi: de repente, Scott é desafiado para uma luta até a morte por Matthew Patel, um dos sete ex-namorados malignos de Ramona, os quais nosso herói terá de derrotar para poder namorar a bela garota de cabelo multicor (pelo que a capa mostra, porque a arte interior é em preto-e-branco). Do nada, personagens que pareciam totalmente normais se revelam mestres de artes marciais, em combates dignos de anime e com muitíssimas citações a videogames, como o nome da (terrível) banda em que Scott toca, Sex Bob-omb.

Não demorou muito para a HQ de O’Malley se tornar um sucesso cult e chamar a atenção de Hollywood. A adaptação cinematográfica, Scott Pilgrim vs. the World, vai cobrir todos os volumes da saga de Scott está sendo rodada no Canadá. No papel de Scott está Michael Cera, de Juno e Superbad, e a Ramona será vivida pela cocota da Mary Elizabeth Winstead.

sexy_pixie_mary_elizabeth_winstead1

E o diretor de fotografia é o fodão do Bill Pope, responsável por Matrix, Homem-Aranha 2 e Team America.

Nas horas vagas, Wright tem postado em seu site e página do MySpace uma foto por dia de algo (ou alguém) relacionado com a produção, mas nunca revelando demais. Mais recentemente, o diretor inglês também passou a fazer bem-humorados vlogs que caberiam perfeitamente no DVD.

Scott Pilgrim vs. the World tem tudo para se tornar um pequeno hit indie/cult, mas se o destino (e o marketing) conspirar a favor, poderia facilmente ser um sucesso inesperado a la Superbad.

Se a Cia. das Letras não abusar com um preço muito caro, definitivamente recomendo comprar o primeiro volume. Só acho que a editora deveria apressar esse lançamento. Ano que vem tá longe demais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: