Resenha: Iron Man Armored Adventures

iron-man-armored-adventures

Estreou mês passado nos Estados Unidos a nova animação da Marvel, Iron Man Armored Adventures. Desde que foi anunciada, a série passou a ser vista com desdém pela comunidade nerd. Do seu visual computadorizado (no estilo do malfadado desenho em CGI do Homem-Aranha) à história que mostra o Homem de Ferro como um adolescente, certamente haviam muitos obstáculos a serem superados.

Mas será que ela consegue passar por cima do preconceito nerd e surpreender com uma nova e refrescante história de um personagem clássico, da mesma forma que ocorreu com a espetacular O Espetacular Homem-Aranha?

Normalmente eu dou uns quatro episódios de chance para que uma série nova me cative de alguma forma e me faça continuar assistindo. Às vezes mais, já que algumas séries demoram mesmo pra engrenar. Desisti de assistir Iron Man Armored Adventures depois do segundo episódio (na verdade o terceiro, pois o piloto é episódio duplo). Precisa dizer algo mais? Tá bom, então eu falo.

Quais são algumas das características clássicas de Tony Stark? Beberrão, gênio, mulherengo, playboy… Coisas que o filme estrelado por Robert Downey Jr. apresentam muito bem. Quase nada disso você vê em Iron Man Armored Adventures.

O que temos aqui é um jovem Tony Stark que tenta encontrar tempo entre as aulas para atuar como o Homem de Ferro e investigar a morte do seu pai. Além disso, sendo órfão de pai e mãe, ele vive com uma família adotiva. No caso, mamãe Rhodes e o melhor amigo de Tony, Jimmy. É um Tony Stark que mais parece Peter Parker.

O que me faz questionar o que diabos os criadores dessa animação estavam pensando. Se você vai querer fazer uma série caça-níqueis pra pegar carona no sucesso do filme, seria mesmo uma boa idéia remover o que há de mais memorável no personagem para criar uma versão genérica de outro? Se você for fazer um desenho animado do Homem de Ferro com sucesso, tem de ser algo que possa ser visto por adultos (que notam facilmente as falhas de lógica no roteiro, como “o que um gerador que pode explodir um prédio está fazendo NO MEIO DOS TRILHOS DE TREM?”). Senão você acaba com um resultado tão idiota quanto Iron Man Armored Adventures ou, se você ainda tentou ser um pouco mais fiel, tão pateta e ridiculamente anos 90 como o desenho que passava na Fox Kids.

iron-man-armored-adventures_02

Além de Tony, também aparecem na série uma incrivelmente irritante Pepper Potts e Flash Thomp… Ops, Happy Hogan. Como eu disse, tentaram fazer do Tony o Peter Parker. O vilão principal no início é Obadiah Stane, que causou a morte do pai de Howard Stark no mesmo “acidente” de avião que causou o dano no coração de Tony. Aliás, aí está outra característica clássica eliminada aqui: nada de guerras. Tony não cria a armadura pela necessidade de escapar do cativeiro. Acredite se quiser, ele constrói a armadura de bobeira. É apenas um a forma de mostrar que Tony Stark é um menino-gênio. O que posso dizer? Mais babaca impossível.

Não demora para o Mandarim aparecer, como um velho samurai de máscara e armadura negra, quase lembrando um Darth Vader invocado. Todo e qualquer potencial para o vilão é jogado fora ao  se revelar que quem está por trás da máscara é Gene Khan, coleguinha do Tony que aprisiona Zheng Khan, seu padrasto e o Mandarim original.

Talvez a série pudesse ser assistível se a animação fosse boa, com algumas cenas de ação empolgantes. Mas nem com isso podemos contar. O que podemos mesmo contar é com animações recicladas. A qualidade (ou falta de, nesse caso) do visual pode ser comparada com uma versão mais limpa de jogos do final do Playstation 1, como Fear Effect 2, que usa uma forma parecida de cel-shading, mas com menos tecnologia e muito mais estilo.

Mandarim ou Darth Vader em versão japa?

Mandarim ou Darth Vader em versão japa?

Eu não estava esperando algo bom, mas realmente gostaria de ter me surpreendido, como aconteceu com O Espetacular Homem-Aranha. Aquela série mostrou que as primeiras impressões podem estar erradas, e se você der uma chance, pode acabar se deparando com uma ótima história, que respeita o original.

Iron Man Armored Adventures pega toda essa boa-vontade que o Aranha conseguiu juntar e joga tudo por água abaixo. A série não presta em nenhum aspecto, nem mesmo encarando como um “What if…?” A não ser que você seja insone, evite como se fosse a dengue. Se você for insone, assista e durma bem.

Anúncios

5 Responses to Resenha: Iron Man Armored Adventures

  1. Comic Book Guy disse:

    O review mais idiota EVER esse que acabei de ler.

    Acho muito curioso que com um filme de sucesso no bolso, todo o mundo agora é especialista em como Tony Stark deveria ser, baseando-se no filme e talvez em algum review que leu na Internet da história Demônio na Garrafa, a que mostra o alcoolismo de Stark.

    Vou dizer, como leitor do HdF de muitos anos e tendo assistido a mais episódios dessa animação: esse desenho não fere em quase nada a personalidade de Tony Stark.

    As mulheres e a bebida são só um aspecto muito superficial do que verdadeiramente define Stark: seu intelecto, arrogância, pavio curto e persistência. Nisso o desenho certa em cheio, embora jovem, esse Homem de Ferro já mostra muitas das características que Tony exibirá quando adulto.

    Comparar Tony a Peter Parker é coisa de newbão, Stark continua sendo um pé-no-saco arrogante, bem diferente de Peter Parker. O Happy nada tem de Flash Thompson, não é o bullier da escola e sim o desportista boa praça.

    A Pepper é a mesma personagem de quando surgiu nos quadrinhos e que não largava Stark (ela era o estereótipo da secretária atrás de um bom casamento com o chefe e não largava do pé dele) com seu jeito falastrão e pegajoso.

    Rhodey é o mesmo amigão das histórias do David Michelinie.

    Qum não gosta do desenho, provavelmente nunca gostará de desenho nenhum do Homem de Ferro, pois deve estar esperando que ele seja um Bruce Wayne – o que ele nunca foi.

    A adaptação do Mandarim foi a mais estranha, e isso eu admitirei, mas fora o fato de ele estar adolescente, estão usando a mesma abordagem tecnológica para os anéis que se vê nos quadrinhos mais recentes.

    Os outros vilões receberam uma boa repaginada e estão ótimos, muito melhores que nos anos 90.

    O CGI nas lutas é bom e melhora ainda mais em relação aos primeiros episódios. O HdF é um personagem robótico, o modo como animaram a armadura representa muito bem isso. Ele realmente pilota uma armadura, como se estivesse esquiando ou patinando, não é uma flutuação tosca como se nadando no ar.

    Porém o CGI peca nas expressões faciais, então a produção compensou com muita expressão corporal. Na Pepper fica um pouco exagerando, mas acertaram nos outros personagens.

  2. Gabriel Martino disse:

    Pra início de conversa, nunca tive a pretensão de me passar como especialista. Conheço o personagem, algumas de suas histórias clássicas (que li completas, não review de internet, a propósito)… Enfim, tenho alguma simpatia pelo personagem, mas não sou fã, como você parece ser, ou ao menos se considera.

    Pode chamar de newbão (esse “argumento” clichê) o quanto quiser, mas as semelhanças com Peter e as diferenças na história estão ali, se quiser ignorar é problema seu.

    E em momento algum eu disse que a Pepper estava diferente. Apenas irritante. Pode estar IGUALZINHA a HQ (o que não concordo), nesse caso não tô nem aí.

    Talvez seja argumento de “newbão”, mas no filme a personagem estava carismática e tinha grande charme. Aqui? Pentelha 100%. Claro, isso é tudo opinião, mas você é a primeira pessoa que vejo a discordar desse ponto em particular.

    Já o Rhodey… Sei lá, sempre achei ele um personagem “marrômenos”. Mas aqui ele até que não comprometeu.

    Teve até gente que tivesse gostado da CGI, EU não achei. Faltou, sei lá… Peso aos movimentos. As cenas de ação não foram nada empolgantes, não tinham metade da fluidez de Espetacular Homem-Aranha, um exemplo perfeito de que o importante não é ser 100% fiel, é saber adaptar da forma certa.

    Se você se satisfaz com uma coisa dessas, ótimo pra você. Só não insulte os outros por terem visões e gostos diferentes do seu.

  3. Jhon disse:

    Acho rídiculo o preconceito nerd
    Meu Deus !!
    .Ele, é um adolescente, ele é o típico bonxin,nerdzin e tal mais mais se perceberem ele mostra traços do que ele fará quando for mais velho.Bom não traços completos mas como Homem-Aranha aquela História de levar a garotinha gostosa(não é ironia) pra cima do prédio depois de resgatada.Não lembro do êpisódio.Aquela Mulher como é q é mermo o nome ? Ahh…A filha do Obadaiah.O loko meu no desenho akilo é mulé…kkkkkkkkk.Acho q esse preconceito mostra que os nerd´s são um bando de pessoas que falam q pá e entendem desenho. Nerd pra min deve saber muito bem de psicologia se os nerd´s não gostam q se dane ná França eles discordam de você como nós EUA Cara.Poha 1 que Nerd Não entende nada de engenharia eu tenho 11 anos e estudo as engenharias bom todo tipo não sou fan fanático pelo Iron Man( Bom até á gora ;D) Certo Dúvidas ligapra min kkkkk. joaosdj1@hotmail.com

  4. […] Resenha: Iron Man Armored Adventures […]

  5. tony disse:

    sou iron man

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: