Listinha: games clássicos que merecem um revival

Já mencionei aqui a minha paixão retrogamer. Me amarro em pegar um emulador de vez em quando e jogar os clássicos da minha infância. Sorte minha, então, que a indústria dos games tem passado por uma época nostálgica, resgatando velhos clássicos para um público novo. Às vezes dá certo, como Ninja Gaiden e Bionic Commando Rearmed, outras sai pela culatra (ui), como Golden Axe Beast Rider e Final Fight Streetwise. Mas a moda não parece que vai acabar tão cedo. Estão a caminho novos Bionic Commando, Punch Out e Splatterhouse.

Com essa nostalgia toda em mente, listo aqui seis jogos das antigas clássicos, porém esquecidos. Jogos que merecem um revival. Vamunessa!

battle_toads-1

Battletoads: Quem já jogou sabe: Battletoads não é coisa pra noob.É um jogo famoso por ser difícil, frustrante, de puxar os cabelos e jogar o controle no outro lado da sala. E o revival não pode ser diferente. Pra todos os efeitos, Battletoads vai te odiar enquanto você estiver jogando. Se não, não seria Battletoads. Jogo de porradaria cartunesca, com co-op competitivo (“ih, foi mal, não queria te acertar!”; “peguei a pizza sem querer, eu JURO!”) e… *humpf* Fases com malditos jet skis.

61427post_foto

Toe-Jam & Earl: Um jogo até hoje sem igual, Toe Jam & Earl chegou a ganhar uma segunda continuação pro Xbox há poucos anos atrás, mas nem vale à pena falar a respeito. Sinceramente, é difícil definir em qual gênero colocar um novo jogo de TJ&E, então vou colocar o rótulo genérico dos indecisos e dizer que seria um action/adventure. Aproveitando o gosto musical dos personagens, seria interessante também fazer do jogo uma bela zoação com a indústria do rap. O vilão poderia ser um gangsta tipo 50 Cent.

photo_276_image

Comix Zone: Marcou época pelos gráficos, dificuldade e premissa bem-bolada: Sketch Turner é um desenhista que acaba indo parar dentro de sua própria HQ, enquanto seu vilão vai para o mundo real. Ao invés de fases, Sketch soca seu caminho pelas páginas da revista, até enfrentar o vilão no último quadrinho. Coloque Sketch num mundo em 2.5D, a forma perfeita para representar a mistura entre o mundo “real” de Sketch e o 2D dos quadrinhos. Assim como Toe Jam & Earl, Comix Zone pode ser uma ótima forma de satirizar os clichês do gênero que aborda. Uma continuação foi projetada para o Saturn, mas foi cancelada.

strider-20080229050340586_1218499637

Strider: A Capcom já tem em seu catálogo duas grandes franquias do gênero hack n’ slash: Onimusha e Devil May Cry. Com esse revival do clássico de árcades e Mega Drive, a empresa poderia fechar um grande triunvirato de porradaria. Mas, para diferenciar Strider de outros jogos do tipo, seria uma boa incluir alguns aspectos de plataforma. Tampouco podem esquecer as habilidades “homem-aranhísticas” de Hiryu, que pode se pendurar em paredes e tetos. Imagine um Prince of Persia mais hack n’ slash.

generalchaos

General Chaos: Basicamente uma mistura de estratégia em tempo real (tipo Warcraft) com Team Fortress. Você comanda uma equipe de cinco soldados, cada um com uma especialidade: metralhadora, lança-chamas, bazuca, etc. Mantenha os mapas pequenos, mas não apenas restritos a uma tela (como era no jogo original) e renove os gráficos com um 3D cartunesco, com cel shading. Mantenha o foco no multiplayer e você tem potencial para um grande jogo pra a Live Arcade e PSN.

765pxfullthrottlecoverav2

Full Throttle: Ben, Mo e cia. quase tiveram uma continuação alguns anos atrás, mas foi limada quando a LucasArts resolveu que tudo que não tivesse as palavras Star ou Wars no título não valia a pena ser lançado. Se bem que Hell On Wheels não parecia muito bom, mas isso é outro assunto. Coloque Tim Schafer de volta na franquia, pra garantir a qualidade, e faça lançamentos episódicos, bem como os jogos de Sam & Max.

Claro, tem MUITOS outros jogos que merecem ser revisitados, seja com uma continuação, remake HD, um jogo totalmente novo ou seja o que for. Me deu um aperto no coração de não colocar Day of the Tentacle na lista. E você, algum clássico que você quer que seja redescoberto?

Anúncios

2 Responses to Listinha: games clássicos que merecem um revival

  1. Pedro disse:

    Já eu faria um revival de Frostbite.

  2. Cara, vc deu a descrição perfeita do Battletoads! “Não queria te acertar”, as fases com os jet skis… Nunca passei dessa parada sem macete pra pular de fase… E mesmo assim não zerei o jogo!

    Mas faltou aí um revival do Sunsetriders do Super Nintendo, também difícil pacas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: