Sobre jogos de luta (e uma “listinha”)

It's... beautiful!

It's... beautiful!

É uma boa época para ser fã de jogos de luta. Street Fighter IV está fazendo rios de dinheiro, além de ser aclamado pela crítica. Esse ano ainda vai trazer o retorno de King of Fighters, com belíssimos gráficos em alta definição, desenhados à mão. E acaba de ser anunciado que o elogiado BlazBlue será lançado nos consoles.

Isso sem contar com Tatsunoko vs. Capcom, que está na surdina, só no Wii, só no Japão, mas que também causou reações bem positivas, atiçando um pouco de nostalgia pelo jogo com a melhor música de seleção de personagem de todos os tempos.

E é nessa tangente que esse post vai seguir…

Tatsunoko vs. Capcom reúne personagens da empresa de games com o estúdio de animes. Devido à maioria dos personagens da Tatsunoko serem completamente desconhecidos do público ocidental, e pelo fato de que os direitos desses personagens nesse lado do globo serem de diferentes empresas, o jogo simplesmente não será lançado fora do Japão.

Eu não tenho problema nenhum com isso, na verdade, porque eu realmente não dou a mínima pro pessoal da Tatsunoko. Só é uma pena, porque o jogo realmente parece muito bom, resgatando aquela jogabilidade alucinada da série Versus, com super-pulos, lutas em duplas, mega-especiais, e tudo que fazia daquele improvável crossover (Marvel vs. Capcom 2) um dos melhores jogos de luta de todos os tempos. E os gráficos ficaram bem bacanas, um 3D com cel shading que se aplicou bem aos personagens.

tatunoko44

Por isso que eu digo que a Capcom deveria aproveitar melhor um trabalho bem-feito! Peguem o que iniciaram em Tatsunoko vs. Capcom e apliquem de um modo que nós do ocidente também possamos apreciar. Ainda mais agora, que os jogos de luta da Capcom estão num embalo.

Infelizmente, um Marvel vs. Capcom 3 parece impossível (fica só no MUGEN), já que a Activision possui os direitos sobre games baseados na maioria dos personagens da editora. E a DC já se aliou com o inimigo. Mas opção de crossovers é o que não falta, e como a Capcom já se degladiou digitalmente com outras produtoras (como SNK e Namco), sugiro aqui um embate entre duas gigantes japonesas: CAPCOM VERSUS KONAMI!!!

capkonamilogo

Sim, já está mais do que na hora de termos uma porradaria entre os personagens dessas produtoras de jogos igualmente clássicos. “Quais personagens?”, você pergunta. Eu respondo!

DO LADO DA CAPCOM…

ryu

Ryu: Não preciso nem explicar. Ryu é o principal lutador da Capcom. Seria absurdo deixá-lo de fora.

chun-li

Chun-Li: O mesmo digo para a primeira-dama das artes marciais capcômicas. Mas esses serão os únicos personagens de Street Fighter nessa lista. Esse foi um dos muitos acertos de Tatsunoko vs. Capcom, que variou bastante o roster.

radspencer

Nathan “Rad” Spencer: O novo Bionic Commando sai esse ano, e, Rearmed, o remake do jogo original, já fez sucesso. Spencer tem um óbvio potencial pra se tornar um lutador, podendo usar seu braço robótico de diversas formas.

dante

Dante: O protagonista emo de Devil May Cry, uma das grandes franquias recentes da Capcom, funcionaria bem. Teria uma jogabilidade bem variada, envolvendo golpes com espada, pistolas e magias.

samanosuke

Samanosuke: Personagem principal da série Onimusha, que até já teve um jogo de luta próprio. Assim como Dante, Samanosuke tem uma mistura boa de magias e golpes meelee, com diferentes armas em seu arsenal.

adawong

Ada Wong: Jill Valentine?! Se for pra colocar uma mulher de Resident Evil, que usem Ada, a espiã que, chutando traseiros, salvou o Leon, protagonista do quarto jogo, que já é considerado badass (apesar do cabelinho de playboy). Falando em séries envolvendo zumbis…

frankwest

Frank West: Chuveiros, katanas, pistolas d’água, marretas, ursinhos de pelúcia, motosserras… Uma ínfima fração da variedade de armas que Frank usou para matar zumbis em Dead Rising, e que poderia usar em uma boa pancadaria contra a Konami.

arthur

Arthur: O cavaleiro de Ghosts n’ Goblins já teve uma mini-participação na série Versus, como assist no primeiro Marvel Vs. Capcom, e tem uma boa variedade de armas. Quando estivesse perto de morrer, sua armadura cairia e ele ficaria só de cueca, como em GnG, e ao ser derrotado viraria uma pilha de ossos!

zero

Zero: Nada daquela imitação de Mega Man Zero. Estou falando do coadjuvante de Mega Man X, aquele com que todo mundo queria controlar nos dois primeiros jogos, mas só podia vê-lo chutando traseiros e mutilando robôs com aquela espada que queríamos usar.

ox

Ox: Decidi incluir um personagem de RPG em cada lado, e como a Capcom estava precisando de um lutador do porte de um Zangief, o ferreiro do ótimo Breath of Fire acabou caindo como uma luva.

capcommando

Captain Commando: Nenhum motivo técnico. Só é um dos meus preferidos.

phoenixwright

Phoenix Wright: Ah, você sabe que quer…

E LUTANDO PELA KONAMI…

snake

Solid Snake: Não dá pra colocar um elenco de personagens da Konami sem ele. Ele é como se fosse o Ryu. E depois de ter aparecido em Smash Bros. Brawl, já tem bastante experiência em jogos de luta alucinados.

simon

Simon Belmont: Bem, se Snake é o Ryu da Konami, acho que Simon é a Chun-Li. Não sei em qual versão especificamente ele deveria aparecer, só sei que não é a de Castlevania Judgement. Prefiro ver o Simon baitola de Capitão N (que pelo menos é engraçado) do que aquela versão S/M gótica.

alucard

Alucard: O filho do Drácula usa espada e magias, vira morcego, lobo e névoa, protagonizou um dos melhores jogos de ação/aventura de todos os tempos… E é o filho do Drácula, dammit! O cara merece.

cyborgninja

Cyborg Ninja: A Capcom tem um samurai místico em Samanosuke. A Konami vai para o lado totalmente oposto com o Ninja Ciborgue da série Metal Gear Solid. Mas a Konami ainda tem um personagem que serve como meio termo…

goemon1

Goemon: Ele é ninja. Ele é místico. É o protagonista da série The Legend of Mystical Ninja, e aloprado o bastante pra se encaixar bem neste jogo.

billrizer

Bill Rizer: Um dos brucutus do primeiro Contra. Vários tiros diferentes para sua metraca (spread gun FTW), granadas para jogar, e você sabe muito bem como se deve ativar o especial dele: cima, cima, baixo, baixo, esquerda, direita, esquerda, direita, B, A. O Código Konami também TINHA que fazer uma aparição.

tirmcdohl

Tir McDohl: Pra falar a verdade, eu nem sei como ele se adequaria ao jogo. Sei que algum personagem de Suikoden, série de RPG de sucesso da Konami, deveria aparecer. Mas é TANTO personagem que resolvi trapacear e escolher direto o protagonista do primeiro jogo.

sparkster

Sparkster: Protagonista do subestimado Rocket Knight Adventures. O foguete que ele usa nas costas, à la Rocketeer, já faz dele um lutador único, ou ao menos parecido com a Ruby Heart, de Marvel Vs. Capcom 2, que se bem usada, podia fazer um estrago.

oolong

Oolong/Lee: Esse provavelmente merece estar no jogo mais do que qualquer um. Oolong (ou Lee, dependendo da versão que você jogar) é o protagonista de Yie Ar Kung Fu, jogo precursor e inspirador do primeiro Street Fighter. A única exigência é que ele tenha um estágio com aquela sensacional música-chiclete do Yie Ar.

pastel

Pastel/Win Bee: Personagem da série Twin Bee, a menina com nome de comida frita é a piloto da nave em forma de abelha WinBee. Ou seja: possibilidade de golpes com ela fora e dentro da nave.

neith

Neith: Modelo de robô do jogo Zone of the Enders. Pense em algo parecido com o Sentinela, mas um pouco mais ágil.

powepro

Power Pro: A Capcom tem seu personagem totalmente zoado. A Konami também merece…

E é isso aí. Já faz muito tempo que quero ver essa porradaria comer solta. Capcom, a hora é essa! Chama a Konami pro vamos ver! Diz que vai pegar na saída! Pergunta se perdeu a noção do perigo! Os fãs de jogos de luta agradecem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: